Inteligência artificial e computação cognitiva estão no centro das inovações tecnológicas em educação e essa é uma "evolução" inevitável. Impactados por esse cenário, os modelos de negócio precisam ser reinventados e as start-ups são a bola da vez. É uma leitura bem sintética sobre o futuro da educação, mas pode ser feita a partir do EdTech Class, evento realizado por Startse e Affero Lab, em São Paulo, no final de março.