Como o Marketing Digital está ajudando no crescimento de instituições de ensino

Como o Marketing Digital está ajudando no crescimento de instituições de ensino

O meio educacional sempre esteve muito ligado às suas raízes. E isso se reflete também à sua maneira de captação e retenção de alunos. Em uma pesquisa realizada em 2016 pela Rock Content e Resultados Digitais (a EduTrends), 66% das instituições afirmaram que ainda mantêm investimentos nos tradicionais canais de marketing offline.

Entretanto, da mesma maneira em que as formas de se ofertar educação estão se transformando (um exemplo é a expansão constante de EAD), o setor também está apostando em diferentes estratégias para alcançar novos alunos, vender mais cursos e se relacionar com o público-alvo.

A prova disso é a mesma pesquisa supracitada. Na EduTrends, vimos que 81% das instituições de ensino estão direcionando capital para processo de atração de alunos no ambiente online.

Portanto, a ideia deste post é ilustrar esse cenário atual, novas tendências e tecnologias que auxiliarão a iniciar, ou refinar, uma estratégia eficiente de captação e retenção para sua instituição de ensino. Confira!

Marketing Digital no mercado educacional

O Marketing Digital hoje é mais do que uma simples alternativa: é praticamente uma questão de sobrevivência. Agilidade e qualidade da informação é algo que faz parte do perfil do novo consumidor, e o aluno atual não é excluído disso.

O aluno de hoje é conectado e sedento por informação, e esses canais são essenciais para manter-se próximo dele de uma forma natural. Não surpreendentemente, das empresas participantes da pesquisa, aquelas que investem no digital geram 8 vezes mais visitas em seu site e 9,5 vezes mais potenciais clientes para seu funil de vendas.

Ainda na linha da busca pela informação, vamos entender alguns dos esforços que você pode começar a realizar.

Para facilitar o entendimento, vamos dividi-los em 2 principais: aquisição de novos alunos e retenção dos atuais.

Marketing Digital para novos alunos

O primeiro passo para você aumentar as chances de ser encontrado por possíveis alunos é publicar conteúdo nos diversos canais de comunicação online. Alguns deles:

  • redes sociais;
  • blog;
  • Email Marketing.

Dentro deles, existem os mais variados formatos de conteúdo, desde artigos de blog até webinars e eBooks gratuitos. O principal é usar o blog para divulgar informações enriquecedoras para aquele aluno, ajudá-lo com dúvidas e problemas do dia a dia e distribuir essas informações integradas com as outras redes.

Por exemplo: crie um blog e escreva um artigo sobre “mercado de trabalho para o engenheiro florestal”, divulgue-o nas redes sociais e envie um email para todos que deram sinais de interesse em cursos de engenharia.

A ideia é gerar mais visitantes em seu site, atraindo-os por meio do interesse em resolução de problemas ou dúvidas e, então, transformar esses visitantes em contatos usando estratégias de captação de algumas informações adicionais (via inscrição em newsletter ou download de materiais educativos) para conduzi-lo pelo funil de vendas.

Marketing Digital para relacionamento e retenção de alunos

Outro objetivo de negócio de uma instituição de ensino é a retenção de alunos. Vamos contextualizar melhor como você pode realizá-la na prática.

Bom, lembra quando falamos do blog e redes sociais? Eles continuam firmes aqui, com conteúdos que engajam e ajudam o estudante a tirar melhor proveito do investimento que realizou. Seja com tendências de mercado para certas áreas ou até mesmo ajudando-o na vida no campus, com dicas de economia, renda extra e outros problemas corriqueiros na vida de um universitário.

Além disso, uma automação de marketing é essencial não apenas para transformar todas essas visitas geradas pelo conteúdo em oportunidades de negócio, mas para reforçar esse vínculo e engajar sua base de alunos e Leads.

Com uma ferramenta de automação de Marketing Digital, você consegue acompanhar o consumo dos conteúdos por parte da sua base e definir qual tipo de comunicação ele deve receber, de maneira automatizada. A partir de informações e eventos, ele executa novas ações.

Por exemplo: você criou uma planilha de controle de gastos para estudantes universitários. Para ter acesso a ela, o visitante precisa preencher um formulário em uma Landing Page. Isto é, você disponibiliza o material gratuito e o usuário fornece algumas informações em troca.

Na Landing Page, ele informa se já é aluno da instituição ou não. Com base nas respostas e no tema que o interessou (economia universitária), ele receberá uma comunicação via email com mais informações relevantes a respeito.

Ou, ainda, você pode manter uma newsletter, uma comunicação periódica por email com posts mais acessados ou recomendados para um perfil de aluno (de um curso específico, por exemplo), entre diversas outras possibilidades que a automação permite.

As ferramentas de Marketing Digital mais usadas no mercado educacional do Brasil

O inbound Marketing permite um nível de personalização na aquisição de cada aluno, conforme mencionamos em nossa pesquisa sobre tendências de Inbound Marketing e novas tecnologias para educação.

Para ajudar com isso, vamos listar algumas dessas ferramentas às quais você pode ter acesso hoje mesmo:

Análise de dados

Desconfie de todo mundo que se diz profissional de marketing, mas não é apaixonado por dados. Eles são o alicerce para tomadas de decisões mais acertadas. Você vai querer mensurar especificamente os dados de acesso em seu site e blog, via Google Analytics.

Além disso, como dito na pesquisa, na fase de conversão, ou seja, quando esses visitantes anônimos deixam seus contatos em troca de conteúdos mais aprofundados, você precisará saber quem eles são, por qual conteúdo se interessaram e outros dados demográficos e comportamentais.

Para isso, mais uma vez, será necessário uma ferramenta de automação de Marketing Digital. Só assim você conseguirá avaliar a eficiência do seu funil e ter um plano de ação mais claro.

Landing Page

Lembra que citamos as Landing Pages? Essas páginas que contêm somente um formulário podem servir tanto para download de materiais gratuitos quanto para venda, inscrições em cursos gratuitos, vestibulares e muito mais.

O ideal é buscar por ferramentas que dão uma análise de desempenho dessas páginas. Você pode buscar soluções parciais, como plugins de WordPress que permitem que você as crie e gerencie, ou, mais uma vez, procurar softwares dedicados a essa função, como o Unbounce. Plataformas de automação que também incluem criação e gestão de Landing Page em sua solução, como o RD Station.

Gestão de Conteúdo

Para não se perder e organizar melhor a produção e distribuição do conteúdo da sua estratégia de marketing, você pode utilizar desde planilhas até plataformas de marketing de conteúdo. O importante é encontrar algo que esteja adequado às suas demandas.

Você precisará de um sistema que permita com que você escreva, revise e modifique conteúdos em seu site. Alguns dos principais sistemas de gerenciamento de conteúdo são o WordPress e o Joomla!. O recomendado é usar qualquer plataforma que seja flexível o suficiente para atender sua demanda inicial, seja ela mais básica, seja mais avançada, permitindo que você escale sua estratégia de marketing em longo prazo.

SEO

A otimização para os mecanismos de busca (SEO) é fundamental para qualquer estratégia de Inbound Marketing. Um site otimizado possibilita que as pessoas o encontrem organicamente ao digitar determinadas palavras-chave no campo de busca do Google ou outros mecanismos de busca. Essa técnica pode ser potencializada com o uso de algumas ferramentas.

A primeira delas é o SEM Rush, que permite que você faça uma auditoria bem completa do seu domínio. Verificar backlinks, ou seja, outros sites que estejam apontando links para você ou seus concorrentes, palavras-chave que as pessoas estão usando para encontrá-lo e a evolução do seu tráfego (pago ou orgânico). É uma ferramenta com uso limitado gratuito e versão premium paga.

Outra ferramenta gratuita e necessária para uma boa gestão de SEO é o Google Search Console. Com ele, você consegue precisar ainda mais as suas posições atuais no Google e saber qual a taxa de cliques (CTR) que suas palavras-chave recebem.

Mídias sociais

Para medir com eficiência o esforço realizado no Facebook, por exemplo, é possível utilizar uma ferramenta própria, como o Facebook Insights e o próprio Google Analytics (que tem funções que mostram o comportamento do tráfego advindo de todas as redes sociais).

Existem outras ferramentas dedicadas, como as norte-americanas Quintly e Buffer, e o RD Station. Na realidade, de acordo com nossa pesquisa TechTrends 2016, das instituições de ensino estudadas, apenas 16% utilizam alguma ferramenta de mídias sociais..

Automação de marketing

Essa categoria de software agrupa diversas ferramentas em uma, com funções extra de inteligência de negócios e otimização. É possível medir eficiência em todas as etapas do funil — atração, conversão, venda e relacionamento — em um só lugar.

Ainda com base nos dados analisados na última pesquisa TechTrends 2016, 70% dos que a responderam utilizam o RD Station como ferramenta de automação.

Esperamos que essas informações tenham dado um panorama razoável do Marketing Digital para instituições de ensino. Convidamos você a acessar a pesquisa EduTrends 2017, que apresenta um contexto ainda mais completo do assunto.

Boa leitura!

Sem comentários

Postar um comentário